Ensaio Nuclear na Coreia do Norte Contra Quem?

O ensaio nuclear (bomba de hidrogénio?) da Coreia do Norte é um novo passo do líder coreano, neto do “grande líder” e filho do “querido líder”, para aprisionar os militares ao regime envolvendo-os nesta corrida ao armamento nuclear num país onde as raízes matam a fome aos camponeses famintos.

Com mais este passo no caminho da loucura absolutista Kim Zong Un pretende apresentar-se como um grande senhor da guerra, bem sabendo que nunca será com bombas atómicas que logrará a reunificação daquele milenar país dividido artificialmente depois da guerra da Coreia.

Kim Zong Un sabe que quanto mais longe for nos seus gestos de separação da Coreia do sul mais se resguarda de qualquer alteração ao sistema de poder dinástico.

Um país que se diz socialista nunca em circunstância alguma alardearia como pergaminho a capacidade de iniciar uma guerra com os vizinhos. Pelo contrário faria das propostas de paz e reunificação o estandarte distintivo do país por comparação com o sul repleto de dezenas de milhares de soldados dos EUA. Foram estas as melhores tradições do Vietnam e de outros países cuja orientação reclamada era a do socialismo.

Um pequeno país cheio de enormes problemas agravados por catástrofes naturais que infernizam a vida da população precisa de concentrar os seus meios no melhoramento da vida do povo e no seu desenvolvimento, o que não é a marca do novo líder que parece acreditar que quantos mais ensaios nucleares fizer mais força julga que terá; vã ilusão…

Os ensaios não vão esconder nem a natureza do regime, nem o temor por todos quantos rodeiam o líder, incluindo os mais próximos.

Aprisionando os outros dirigentes ao carro da retórica belicista o líder da Coreia do norte acredita que resolve a imensidão das contradições internas. Engana-se. Está a aumentar a revolta. É da história.

Há no mundo atual outros senhores da guerra que se chocam com os ensaios nucleares da Coreia do norte, mas não os incomoda a política de Israel que ocupa contra Resoluções do próprio Conselho de Segurança da ONU territórios palestinianos e que detém a arma nuclear. Sinais do mundo onde os poderosos desenham a legalidade a seu jeito.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s