O OXIGÉNIO DE ROSA LUXEMBURGO E DE TOGLIATTI

 

A tese que o fascismo nasceu do marxismo não tem nada de inocente. Vivemos um tempo de apagamento teórico das lutas das classes, falando-se do fim da história, da entronização do neoliberalismo, como defendeu Fukuyama.

Tudo rola sobre as esferas liberais; sem conflitos de maior, aguardando que a riqueza dos muito ricos caia do vértice das pirâmides e role para os debaixo. Daí ir ao passado procurar teses que deem corpo a este mundo imaginário.

Alertou certa opinião pública pelo facto do seu autor ser pivô da RTP. Estar na TV é estar no céu no mundo dos basbaques. Daí que os seus livros vendam toneladas.

Sempre houve gente que abjurou ideias. Um dos mais famosos foi Judas. Mas desde o “Manifesto Comunista” até aos nossos dias vão mais de cento e oitenta anos. Já é algum tempo.

Houve marxistas que o deixaram de ser. Ontem e hoje. Os que fazem o ideário não são os que o abandonam; são os que lhe permanecem fieis.

Pretender que as origens do fascismo estão no marxismo porque A, B, ou C que se consideraram marxistas e deixaram de o ser passando para o campo dos fascistas é o mesmo que dizer que o PPD/PSD teve origens no fascismo porque Sá Carneiro e Magalhães Mota foram deputados pelo partido único, ou ainda que o PSD de hoje pode ter tido origens no comunismo porque Passos Coelho foi da JCP…

Houve e haverá gente que por um conjunto de motivos abandonou o ideário que partilhou.

Não passa pela cabeça de ninguém fazer prova de que o ideário fascista dos novos convertidos teve origem no ideário primitivo.

O marxismo visava e visa implantar o socialismo. O fascismo visava e visa implantar uma ditadura do capital financeiro suprimindo todos os liberdades e tentando esmagar os conflitos sociais.

O fascismo visou impedir que a crise do capitalismo criasse condição para que os marxistas e outros organizassem as lutas que levassem à revolução socialista.

O fascismo nasceu da crise capitalista e numa época de uma grande mobilização das massas copiou consignas e modos de agir dos marxistas para que pudesse chegar ao coração do operariado, da pequena burguesia e de setores da intelectualidade, fazendo-se passar pelo que não eram.

Enquanto os marxistas russos, alemães, italianos visavam levar a cabo as revoluções socialistas, os fascistas italianos e alemães defendiam o capitalismo, impondo o terror que implantaram naqueles países e tendo como inimigos implacáveis os marxistas.

Salazar, um fascista encolhido que sobreviveu ao final da segunda grande guerra, abominava o marxismo e o socialismo; edificou um Estado policial de perseguição a todos os que lutavam pelo socialismo.

O facto de Sorel, Otto Bauer, Michels, Mussolini e outros terem andado por águas marxistas e mais tarde terem-nas abandonado não pode de nenhum modo responsabilizar o marxismo pelas origens do fascismo.

A ideia que as ideologias se confundem e não se separam vai de encontro aos defensores que todos os partidos são iguais, que tudo é a mesma coisa.

Impingir esta tese não tem nada de inocente e entronca nas teorias do fim da História e do branqueamento das fronteiras ideológicas.

Haja ou não haja eleições, o que conta são as regras da moeda única. Essas são sagradas; estão por cima de tudo.

A atoarda chamou a atenção vinda de quem entra na casa das portuguesas e portugueses. O que se passa na têvê tem pernas para ser visto…

Togliatti e Rosa Luxemburgo respiraram do mesmo oxigénio que Mussolini e Hitler; aprenderam as mesmas operações aritméticas e muitas coisas idênticas; provavelmente…as origens do fascismo estão em Adão e Eva.

domingos lopes

Anúncios

5 pensamentos sobre “O OXIGÉNIO DE ROSA LUXEMBURGO E DE TOGLIATTI

  1. Estes medrosos intelectuais, tremeram com a ideia de Rodrigues dos Santos, e em vez de promoverem um debate com defensores de todas as correntes políticas, não, criticam-no por estes lugares escusos, mas criticam-no usando a mesma tactica que ele usou. Não usam uma tese fundamentada. Será que Carvalhas defende coerentemente a colectivização dos bens de produção? e Jerónimo de Sousa saberá o que isso é? o que defenderá Catarina Martins ou António Costa?

    Gostar

    • Vamos a isso. Pode ser à hora do noticiário ou algures…Completamente de acordo. Como certamente concordará o que mais há nos jornais, rádios, televisões são defensores do marxismo. Não se vê mais um ou dois do género do JRS a defender os mercados… tudo o resto é a favor da coletivização.
      Mais a sério: vamos ao debate sem medo.
      Cumprimentos
      DL

      Gostar

    • A sério: está contente com o mundo tal como existe? Já não há socialismo…O que temos é o capitalismo. Podemos debater o sucesso do capitalismo por exemplo.Por que não?
      Vamos a isso. Debater não é ir à televisão e não ter contraditório…Piscar o olho é um tique não é debater.
      Cumprimentos

      Gostar

  2. É claro que ninguém quer defender uma ditadura da classe operária ( a não ser o Dr. Matos) já que a classe operária é a classe mais estúpida que existe, como iria governar um qualquer país? teriam que dar uma injecção atrás da orelha a cada doutor e engenheiro que trabalhasse para eles. Mas não menos estúpida é a classe dos Trump, dos Stroskam, Limon Brothers, Dona Branca, etc…. para já não falar da classe dos Hitlers, Stalines, Killing Sun, Eduardo dos Santos, etc…..etc…. No regime cleptocrático em que vivemos já não chega um policia para cada cidadão que seja empregado na causa pública. Os supervisores são tão corruptiveis como os corruptos, o corruptor quando a talega é grande, compra escritórios de advogados, pareceres e até juizes, Não será fácil de calcular que mais cedo ou mais tarde, este regime tem o mesmo fim que teve a Dona Branca por um lado e o do Brezneve por outro. Há no mundo uma percentagem ínfima de cidadãos sérios, os restantes são mercadoria tão vendável como outra coisa qualquer, Comecemos pelos jornalistas, que ou são a voz do dono, ou perdem o emprego. Os candidatos a políticos, quem lhe paga as campanhas? Como conquistam o lugar nas listas? Até para andar a varrer as ruas é preciso votar no presidente da junta de freguesia. Isto está podre e está a entrar em efervescência, qualquer dia dará o estoiro.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s