O CDS EM RECICLAGEM LIMPINHO, LIMPINHO

Vivemos um tempo em que o presente se destina a fazer desaparecer o passado, incluindo o recente, a fim de criar no quotidiano uma nova mensagem cuja sustentação nada importa.

O CDS que esteve orgulhoso com o PPD/PSD no governo cuja linha era empobrecer os portugueses e durante quatro anos teve a responsabilidade direta da Agricultura e Pescas, da Economia, Segurança Social acabou de realizar o seu Congresso e eleger Cristas para substituir Portas.

Cristas foi uma importante ministra na coligação derrotada e Mota Soares o Ministro da Segurança Social, Pires de Lima na Economia e Portas Vice-Primeiro.

O CDS teve quatro longos anos para mostrar o que valia. Não mostrou nada que o diferenciasse do PSD; a única vez que o fez armou uma crise tremenda e trocou uma suposta diferença por um posto de Vice-Primeiro…De resto andaram juntinhos, juntinhos, no governo e no Prá Frente Portugal. Tudo limpinho, limpinho.

Cristas anunciou que quer uma reforma na Segurança Social…agora! É preciso lata, então que esteve a fazer no governo? A contra reforma.

Na Economia que fez para além da sobranceria na gestão das privatizações? E na Agricultura e Pescas?

O CDS esteve hibernado à sombra do PSD ou esteve a dirigir ideologicamente o PSD ou a fazer os dois papeis em simultâneo e acordou no Congresso para descartar implicitamente o passado criando um redemoinho de nada para esconder as pegadas políticas ao serviço do governo PSD/CDS.

O mais espantoso deste circo armado em Gondomar é o tratamento dos meios de comunicação social deste congresso. O “show must go on” e venha daí uma mulher com …”o passado a aplaudir o futuro…”

Alguém que tratou o PS abaixo de cão, que o ridicularizou até ao delírio, quer agora acordos com o PS na pasta que teve durante quatro anos? Vejam lá.

Que pensaria Passos Coelho de Assunção Cristas quando ouviu estas declarações? Que amigos que nós éramos…

Nova corrida, nova viagem. Foi embora o “jarrão chinês” devidamente equipado com visto e vem agora a mulher do passado com futuro, mesmo que o passado esteja em total contradição com o presente. O que conta é mesmo o poder. E para atingi-lo vale tudo. Incluindo juntar-se ao PS…para o CDS o PSD é coisa do passado se o PS quiser; se não quiser o PSD é o futuro de um partido que nunca assume que fez o que fez; só o que não fará.

domingos lopes

Anúncios

Um pensamento sobre “O CDS EM RECICLAGEM LIMPINHO, LIMPINHO

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s