À Cigana Violada pelo Marido

A Rosa era uma cigana trigueira e bonita. Ela gostava que os rapazes a olhassem até porque já se sentia mulher, dizia-lhe o corpo.

Era na escola que ela gostava de estar, ao contrário das outras ciganas. E na escola eram muitos os que a fitavam.

O Gabriel tinha dezasseis e não era cigano. O que não o impediu de a admirar, de tal modo que lho disse.

Ela sem corar deu por aceite o namoro pedido.

Ela ganhou uma coragem que sentira mas ainda não tomara como sua; era até então um pressentimento.

Quando a família da Rosa soube do caso convocaram as leis antigas e terminou a escola.

Uma tia foi chamada e, na presença de pai e mãe, a Rosa foi colocada à sua mercê para dar conta se lhe faltava uma pele no mais íntimo do seu corpo.

Como estava como devia estar segundo as regras antigas, logo ali esconjuraram o Gabriel e casaram-na com um primo de vinte anos.

Ele desconfiado do veredito da tia não esperou por nenhum olhar, por nenhuma palavra, por nenhum gesto, por nenhum mimo; comandado por um cio desencabrestado foi-se a ela; todo ele foi faca e ela corpo indefeso.

Ao ver o sangue que o cegava retirou a faca do corpo da Rosa. A tia veio confirmar que afinal tudo se confirmava e agora era seguramente o que sempre fora. Cigana.

Ela, porém, era deste tempo e o marido não se conformava; ia-se a ela e sempre do mesmo modo golpeava-a como se o sexo fosse uma faca para amedrontar.

Só que ela não se deixava dominar. Ficava-se. Jazia. Era como se o marido estivesse com uma morta.

O marido disse à tia da Rosa que a não queria porque ela não era como as outras e ele não a sentia como sua, apesar de toda a posse.

Ele, a tia, o pai e mãe fizeram-lhe ver que as leis deles eram para cumprir e como ela desobedecia prenderam-na num barraco imundo e às vezes levavam-lhe comida, outras vezes pancada.

Outras vezes o marido ia, como sempre foi, servir-se dela martirizando-lhe o íntimo corpo.

Até um caçador a descobrir e ser restituída à escola.

Anúncios

2 thoughts on “À Cigana Violada pelo Marido

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s