UMA FOLHA

Uma folha paroquial é o que é. Mas nem todas são como esta. O padre Constantino fez o favor de me a enviar, fresquinha e cheia de substância. Recordo nos idos anos oitenta o assassinato do bispo Oscar Romero e a dor dos meus camaradas da Frente Farabundo Marti, em Praga. Às vezes a justiça é useira e vezeira em chegar tarde. Com trinta anos de atraso…Mas chegou. Aqui fica a Folha. No Alentejo a folha é um bocado grande de terra onde se semeia. Esta Folha é também terra na mão dos homens que por cá andam; e andando por cá, como irmãos são mais que uma fé, porque a eles a fé pertence. E a não fé. Irmãos na humanidade, embora às vezes, muitas vezes não pareça.
DL

Foi atacado pelos poderes políticos e até por membros da Igreja no seu país e em Roma que diziam que ele era um militante de uma causa política e se opuseram à sua canonização. João Paulo II quando na sua visita a El Salvador, à margem do protocolo, foi ao seu túmulo durante longos minutos.
Agora o Papa Francisco toma a decisão corajosa contra sectores integristas e conservadores da Igreja e do mundo de o beatificar colocando-o a caminho dos altares.
ACTUALIDADE de Óscar Romero
Jesus tinha no Sermão da Montanha declarado “Felizes os que sofrem por amor da justiça e da verdade” e Romero encontrou nos céus a sua coroa de glória. Do seu sangue derramado, como mártir pelo amor, jorraram sementes de esperança.
Ainda hoje ecoam os gritos da violência e da cegueira da morte sobre inocentes e os direitos mais sagrados das pessoas continuam a ser sacrificados sobre o altar da idolatria do dinheiro e da ambição dos poderosos. O tráfico de armas, as redes de escravos, a acumulação da riqueza nas mãos de minorias e o crescente número dos espoliados e pobres cresce escandalosamente.
No mundo do trabalho os direitos laborais e sociais são imolados e a vida torna-se um risco e uma incerteza. A esperança é silenciada.
UM ALERTA PARA A IGREJA
A Igreja não pode contentar-se só com o culto e as manifestações públicas de piedade popular. O mais importante a salvar é a pessoa humana, todas as pessoas, em primeiro lugar os mais pobres.
Agradeçamos a Deus pelo dom da vida e testemunho do Bispo Óscar Romero e que ele seja um testemunho, uma luz e um exemplo corajoso a seguir.
FOLHA PAROQUIAL
Nª Srª da Conceição – 2015/05/23

UM MÁRTIR DO NOSSO TEMPO

O bispo D. Óscar Romero, um mártir por amor «incómodo», um dos maiores profetas do século XX, é beatificado hoje pelo papa Francisco em El Salvador com a presença de 250.000 pessoas.
D. Óscar Romero, foi assassinado há 35 anos, em 1985, pela brutalidade da ditadura militar quando celebrava a Eucaristia.
Morto sobre o altar quando…
O seu corpo tombou sobre o altar unindo-se a Jesus que deu a vida como um cordeiro. Ele tomou como sua a causa dos pobres, dos camponeses e injustiçados em nome do Evangelho e da opção preferencial pelos mais pobres. Os chamados “esquadrões da morte” entre 1979 e 1981 terão sido responsáveis pela morte de trinta mil pessoas.
Vivia modesta e humildemente como o Papa Francisco que também deixou os “aposentos papais”.
Sentia uma vontade enorme de estar no meio do povo, como Francisco, e dizia: “ O povo é o meu profeta e, com um povo como este, não é difícil ser bom pastor.”
Colocou-se do lado dos pobres e dizia que a Igreja deveria fazer o mesmo. Por isso foi um político neste sentido pois entendeu a luta dos mais pobres que tentavam proteger-se da violência social e real e estabelecer para si uma sociedade mais justa, livre de impunidade social e de repressão política.
Ele tinha apelado aos militares que não matassem os pobres e camponeses explorados vergonhosamente pelos donos das grandes terras e os militantes: “Vós matais os vossos próprios irmãos camponeses; e, frente a uma ordem para matar dada por um homem, a lei de Deus que diz “Não mates!” deve prevalecer. Nenhum soldado é obrigado a obedecer a uma ordem contra a lei de Deus: “Ninguém tem de se vergar frente a uma lei imoral.”
Na noite em que ele foi assassinado, a sua morte foi muito festejada entre os militares e os membros da classe patronal de El Salvador que tinham ordenado o seu assassínio.
Na missa de Exéquias dum sacerdote ele afirmou: Irmãos e irmãs, estou contente por a nossa Igreja ser perseguida precisamente devido à sua opção preferencial pelos pobres… e, por dizer a toda a gente, aos governantes, aos ricos e poderosos: a menos que vos torneis pobres, a menos que vos preocupeis com a pobreza do nosso povo, como se este fosse da vossa própria família, não sereis capazes de salvar a sociedade”.
Até mesmo quando os céus que cobriam os campos e as cidades de El salvador se tingiam de vermelho com o sangue das novas vítimas da violência, quase suprimindo as expectativas crescentes dos sem-terra e dos abandonados, Romero nunca deixou de esperar a conversão dos pecadores: “ Não façais ídolos as vossas riquezas; não reserveis para vós de uma formas que deixe os outros a morrer de fome. Para sermos felizes, devemos partilhar”. Imploro-vos, suplico-vos, ordeno-vos! Em nome de Deus: “Parai com a repressão!”
Na sua última homilia ele disse: “ Queridos irmãos e irmãs, olhemos todos com esperança para essa “coisas”, neste momento histórico… Façamos tudo aquilo que pudermos… pois todos esses desejos de justiça, paz e bem-estar que sentimos na terra se realizam para nós se os nós se os iluminarmos com a esperança cristã…
Tinha, como ser humano, medo da morte. No seu último retiro escreveu: “ O meu outro medo é pela minha vida. Não é fácil aceitar uma morte violenta. Mas Deus assiste aos mártires, e se eu chegar a sê-lo, sentirei Deus muito próximo, quando estiver a exalar o meu último suspiro.”
Óscar Romero foi um mártir por amor, pela fé e pelos pobres. No seu funeral participaram 30 bispos e mais de 250.000 pessoas. Foram recordados os seus ensinamentos: “ A violência não pode matar a verdade nem a justiça. Nós não podemos amar, odiando. Não podemos defender a vida, matando. A paz não é produto do terror e do medo. A paz não é o silêncio dos cemitérios, A paz não é o resultado silencioso da repressão violenta.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s