AS ARTES DA GOVERNANÇA

Este governo é formado por gente empedernida no propósito de esconder o que quer que seja que mostre que prega uma coisa e faz exatamente o contrário.

São brutais a atacar os portugueses que vivem do seu trabalho, nada os detendo na sua sanha de os obrigar a pagar os descontos para a Segurança Social e os impostos que fizeram aumentar a pontos de se poderem considerar uma espécie de confisco.

São em termos de linguagem simples – fortes com os fracos e submissos com os poderosos.

Passos Coelho passou a vida a negar que não tinha a situação regularizada com o Fisco e a Segurança Social. Foi o que se viu. Um imperfeito na perfeição.

Passos, Marques Guedes, Maria Luís e Paulo Núncio negaram a existência de um lista/pacote VIP em quem não se podia tocar, sob pena de sanção duríssima.

É o que se está a ver. Demissões nas altas esferas da Autoridade Tributária. Ao que querem fazer crer andaria em roda livre. Ninguém sabia de nada. Só aqueles Senhores da AT e os estagiários…

É uma carruagem em andamento que pela aragem se pode imaginar onde a coisa vai parar…

Em plena crise da lista dos VIP, a Sra Ministra veio anunciar que tem os cofres a abarrotar e tudo está garantido suceda o que suceder.

Se os cofres estão a abarrotar de vil metal por que razão os portugueses passam tão mal?

Se os cofres estão assim tão cheios o que vai a Sra Ministra fazer a tanto dinheiro?

Trata-se pura e simplesmente de uma manobra de diversão para ver se afasta a lista VIP e nos põe a discutir o que não existe a não ser no domínio da arte da diversão política.

Claro que o estendal da lista VIP mostra exatamente a natureza intrínseca das senhoras e dos cavalheiros que se sentam à mesa de S. Bento: hipocrisia.

Para os muito ricos, do tipo dos-donos-de-tudo-isto véneas, submissões, capachos. Para os de baixo chicote.

São estes sujeitos que governam o país onde os banqueiros e donos do dinheiro se sentam á sua mesa para lhes dizer o que têm de fazer.

São estes governantes todos reverenciais para o banqueiro que se esqueceu de pagar impostos de sete milhões de euros.

São estes fulanos que vivem obcecados em empobrecer os portugueses e enriquecer a meia dúzia de centenas de multibilionários que devem fazer parte da lista VIP.

São estes os que estão no poder em Portugal porque alguém neles votou. É preciso que a consciência cívica não permita nova de dose de arbitrariedade e de castigo sobre o conjunto da população. As próximas eleições estão à porta. Por isso é que a Sra Ministra encheu os cofres. E esvaziou o bolso dos portugueses. Não se esqueçam! A arte de esconder não termina aqui. Há que mostrar que o rei vai nu. E vai.

domingos lopes

Anúncios

Um pensamento sobre “AS ARTES DA GOVERNANÇA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s