Erdogan, o sultão a que o Ocidente se curva, até os escandinavos

Na Turquia não são precisas as fatwas. Basta a polícia e os tribunais. A cantora Guklsen Çola Koglu, num concerto em abril, em jeito de piada referiu que o gosto pela “perversão” de um dos seus músicos advinha de ter estudado nas escolas religiosas.

Apesar desta brincadeira ter sido acontecido em abril, a verdade é que a sua divulgação levou à detenção da cantora que ficou a aguardar julgamento em prisão preventiva.

Ou seja, uma piada do humor mais básico, sem o menor dolo e proferida há quatro meses levou a cantora a ser condenada a ficar em prisão preventiva, própria de países onde impera o absolutismo medieval.

Num país que ocupa outro país, o Norte do Chipre. e que o Ocidente a aceita, a simples liberdade de expressão levou uma cantora à cadeia preventivamente. Esta república mais parece um Sultanato que um país moderno; porém é este o homem a que o Ocidente se curva.

Que hipocrisia tomou conta do mundo que se perturba com a festa em que participou a Primeira Ministra finlandesa e fecha os olhos à entrega dos curdos às mãos de um sultão que nega que os curdos sejam um povo sem direitos e que apodreçam nas cadeias?

É este o homem que com o apoio de Biden, Scholtz, Macron. Boris e tuti quanti impôs aos democratíssimos governos sueco e finlandês a entrada destes na glamorosa NATO desde que entregassem os refugiados curdos.

A Primeira-Ministra da Estónia clama por castigo do povo russo e os democratas ocidentais calam-se diante deste despautério. Só falta a Estónia condenar a prisão quem falar russo, seguindo o exemplo do grande democrata, parceiro da NATO, Recep Tayyip Erdogan quanto aos curdos.

Esta Europa está a tornar-se num espaço intolerável de hipocrisia.

2 pensamentos sobre “Erdogan, o sultão a que o Ocidente se curva, até os escandinavos

  1. Eu não lhe chamaria “hipocrisia”, MAS SIM DESONESTIDADE CULTURAL ou até IGNORÂNIA CULTIVADA que eu erigiria em oitavo pecado capital (ultrapassando os célebres sete).
    Se fosse hoje, será que a Europa deixaria a frota portuguesa sozinha na batalha de Matapan?

    Gostar

  2. Eu não lhe chamaria “hipocrisia”, MAS SIM DESONESTIDADE CULTURAL ou até IGNORÂNCIA CULTIVADA que eu erigiria em oitavo pecado capital (ultrapassando os célebres sete).
    Se fosse hoje, será que a Europa deixaria a frota portuguesa sozinha na batalha de Matapan?

    Gostar

Deixe uma Resposta para Pedro Germano Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s