Os túneis da ignomínia

Há no futebol português um impulso, por partes de certos determinados poderes, para a escuridão, o mesmo é dizer para túneis onde a luz pouco vinga.

Quem pode esquecer o famoso túnel da Luz que permitiu ao Éssélebê usufruir dos castigos a dois elementos decisivos no FCPorto( Hulk e Supanaru) que vieram mais tarde (após a perda do campeonato com Jesualdo Ferreira) a serem absolvidos de castigos de seis meses de suspensão.

Repare-se no modus operandi: quando as equipas regressam aos balneários estabelece-se a confusão e há sempre alguém do FCP que agride um anjinho de asas brancas da outra equipa. Foi assim na Luz (imagine-se na Luz) e foi assim no Estádio Nacional agora.

As trombetas do Juízo Final anunciaram que o maléfico ou javardo ou belicoso ou terrível Sérgio Conceição desferiu um soco no treinador do Belenenses SAD e o país parou.

Não se pode dizer que Sérgio Conceição seja exemplo de serenidade, algo que um líder tem o dever de o ser, mas daí a afinfar no outro treinador um soco vai uma distância tão grande como aquela revelação de dia 20/12/2019 do Correio da Manhã via CMTV …“Vê-se ainda Sérgio Conceição a andar sozinho à frente, com vários elementos do FCP atrás”… Isto é o que está escrito no Correio da Manhã para de imediato concluir …”Não se percebe, todavia, se houve um murro do técnico portista em Pedro Ribeiro”… Vê-se Sérgio Conceição a andar sozinho à frente, sublinha-se sozinho.

Vendo-se Sérgio Conceição sozinho logo conclui o CM que não se percebe se houve um murro em Pedro Ribeiro… Como se percebe a desfaçatez do CM. Por que motivo o CM não percebe se não houve por exemplo um murro, vá lá, no árbitro ou na Tia Maria, ou no Ti Manel?

Como se percebe o ódio figadal…Percebe-se, percebe-se.

3 pensamentos sobre “Os túneis da ignomínia

  1. João António Madeira

    Mas há outros túneis mais ignominiosos, mais “canininhos” na dimensão, mas maiores na ignomínia, como por exemplo do Enorme tamanho de uma bagageira de automóvel.
    …Ou outros, bem mais mal cheirosos, como as “encriolinadas” cabinas das Antas, e ainda outros que reservo a servir numa próxima oportunidade.

    Como se percebe muito bem o ódio intestinal que transforma e altera um tipo culto…
    Percebe-se, percebe-se

    Gostar

  2. Luís Miranda

    Que saudades do estádio do Estrela da Amadora onde não havia túneis e era possível ver 11 jogadores a perseguirem um árbitro…
    Ali sim… Que maravilha…
    Tudo ao vivo, sem filtros.
    Boas Festas!!!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s