Os Estrategos da Sensibilidade em Matéria de Desgraças

Há mais de 50 anos que o país vai caminhando do nascente para o poente. Alguns ficam a aguardar, como o sol, a queda final. Ficam com a memória cheia de lugares e coisas antigas e a alma amputada. Outros regressam para o lado do nascente para morrerem e encontram os lugares já quase sem nada, sem a alegria das vidas que nasciam. Agora quase só há mortes.

(Continuar a ler no Público Online)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s