Passos – Inaugurar o Passado

Passos Coelho não quer sair do casulo em que se coseu com o passado. Em cada visita vai inaugurando o passado. É para ali que está virado.

É um homem amargurado. Cristas fugiu do passado e renega-o. Passos refugia-se nos seus corredores das muralhas de silêncio hamletianas.

(Continuar a ler no Público Online)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s